Menu fechado

Praças e quadras esportivas, ginásios e áreas de lazer são alvos do abandono no Governo de Paulínia

O descaso com que a atual administração tem tratado diversas áreas de Paulínia tem ocorrido frequentemente desde o início dessa gestão, no ano de 2009. Além da falta de investimentos na Saúde, Educação, Segurança e Habitação, a falta de cuidado de locais públicos, entre eles quadras e praças esportivas, constantemente tem sido alvo de reclamações da população, que não consegue usufruir desses locais da melhor maneira possível.

E quem pensa que o abandono e descaso somente ocorrem nos bairros afastados está enganado, já que essa situação acontece no Ginásio Esportivo Central e também no estádio, utilizado em outras ocasiões pra sediar campeonatos. As piscinas e instalações do Ginásio estão abandonadas pela Administração Municipal. Desde 2009 as piscinas foram desativadas e nunca mais funcionaram, e até agora nenhuma solução foi apontada para que este problema fosse sanado.

Essa falta de cuidado fez com que o estádio fosse interditado pelo Corpo de Bombeiros e Polícia Militar para competições de maior porte, o que acabou impedindo a participação do Paulínia Futebol Clube na Copa São Paulo, somado ao fato da Prefeitura não ter concordado em ser sede de um dos grupos. A empresa que patrocina o time chegou a fazer uma proposta para arcar com as despesas de uma reforma e manutenção, mas a administração não aceitou a mesma.

De todos os problemas levantados e encontrados nessas áreas de lazer e passatempo, a que mais se repete é a falta de vestiários para os atletas poderem se arrumar ou se cuidar, mesmo em competições amadoras e entre amigos. A Praça Esportiva do Jardim Itapoan é outra área que também sofre com este tipo de problema, pois quem se utiliza da quadra de tênis para jogar, acaba trocando de roupa em público, sendo até mesmo obrigado a fazer suas necessidades fisiológicas no meio do mato, quando os vestiários do campo de futebol estão fechados. Sem contar ainda as péssimas condições das quadras de tênis.

A falta de vestiários também é problema na Praça João Julião, na Vila Bressane. As obras do vestiário estão paralisadas desde o início dessa administração e atualmente servem até mesmo de moradia improvisada. No Poliesportivo do Monte Alegre, além da falta de vestiário, ainda existem piscinas desativadas. No campo do São José, os jogadores também enfrentam o desconforto de se trocar em público.

O campo de futebol do Jardim Planalto está totalmente abandonado, assim como o dos Irmãos Vedovello, no Monte Alegre, sendo que neste, quem mais sofre são as crianças que utilizam esse local para treinarem.

A situação das praças não é diferente, sem a iluminação necessária, sujeira e mato alto em várias delas.

Esses flagras confirmam o quanto o Sr. Prefeito e a sua equipe de trabalho pouco tem se preocupado com o patrimônio público.

Fonte: Alerta Paulínia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *