Menu fechado

Degelo já coloca população em perigo

Centenas de milhões de pessoas serão afetadas pelo degelo e pela diminuição de geleiras e coberturas de neve como consequência da mudança climática, segundo advertiu um relatório do Programa da ONU para o Meio Ambiente (Pnuma).

Neste relatório intitulado “Perspectiva Global sobre a Neve e o Gelo”, se assinala que “apenas a perda de neve e das geleiras das montanhas da Ásia afetaria aproximadamente 40% da população mundial. E o Ártico está aquecendo quase ao dobro da velocidade que o resto do planeta”.

Segundo um recente relatório emitido pelo Centro de Estudos Geológicos (GFZ) de Potsdam (Alemanha), a ilha da Groenlândia, a maior da Terra e situada no norte do Oceano Atlântico, perdeu, entre 2002 e 2011, uma massa de gelo equivalente a 240 gigatoneladas.

Após lembrar que uma gigatonelada equivale a um bilhão de toneladas, o GFZ ressaltou que a massa de gelo derretida na Groenlândia trouxe consigo uma alta do nível das águas de 0,7 milímetro por ano.

Perante a perspectiva de que a alta do nível do mar chegue a cobrir zonas habitadas, já há governos que estão tomando iniciativas, como é o caso da República de Kiribati, um arquipélago e país insulano situado na zona central oeste do Oceano Pacífico, a nordeste da Austrália.

Anote Tong, presidente deste país, negocia há meses a compra de uma porção de terra firme para abrigar a sua população, perante o temido desaparecimento da nação.

O pequeno Estado de Kiribati se fixou em uma zona de 20 quilômetros quadrados de extensão na maior e mais montanhosa das ilhas do arquipélago de Fiji, Viti Levu, para alojar 103 mil kiribatianos, no caso de se cumprirem as fatídicas previsões dos especialistas.

Mas outras nações insulanas como as Ilhas Marshall e Tuvalu enfrentam um problema similar ao de Kiribati.

Jordi Font, professor no instituto de Ciências do Mar do Conselho Superior de Pesquisas Científicas (CSIC), em Barcelona (Espanha), explica que “o fenômeno do degelo acontece por causa de um aquecimento elevado. Quando falamos de mudança climática queremos dizer que estamos em uma fase onde as oscilações naturais do clima, que acontecem ao longo de milhares de anos, se acentuam em uma mesma direção, o aquecimento global”.

Ao longo da história deste planeta já ocorreram estas mudanças de forma natural “em épocas de glaciações e períodos interglaciares – diz Font. Na atualidade, quando se fala de conceitos como aquecimento e mudança, as pessoas o associam como resultado da atividade humana”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *